A Revista Brasileiros



O Brasil dos novos tempos finalmente foi brindado com uma publicação que realmente vale a pena. A Revista Brasileiros, em sua 7ª edição agora no mês de janeiro, é essa publicação que vale o preço, e mais ainda, a atenção, a leitura, a fidelidade – o saborear de descobertas tão nossas, tão nativas, e que ninguém foi capaz de mostrar ainda.

Como reza seu slogan, ela traz “histórias que valem a pena ser contadas”. E é verdade, vale mais a pena ainda ler, curtir, de cabo a rabo. Mas também, pudera! Sabe quem é o time que colocou essa idéia em prática de forma tão majestosa? Nada mais nada menos do que Hélio Campos Mello, como diretor de redação, Ricardo Kotscho e Nirlando Beirão, como diretores adjuntos – três bambambans que eu comecei a conhecer na faculdade como ótimos exemplos e segui admirando vida afora. E além da equipe fixa, a maior parte da revista é construída por freelas. Jornalistas, fotógrafos, cartunistas, enfim, profissionais dedicados e com experiências invejáveis trazem mais sabor à Brasileiros. Agora, todo mês é essa espera pela próxima edição.

Escrita nos moldes do New Journalism, ela traz histórias reais, de gente e vida real e que realmente faz esse país: os brasileiros. Lá você encontra perfis e histórias muito interessantes, e melhor: o texto não perde espaço para os anúncios, é uma revista para quem gosta de ler e pensar. Música, teatro, cinema, economia, astrologia inteligente, enfim, tudo que merece ser noticiado mas de um jeito que não agride e nem revolta o leitor, muito pelo contrário, é como se fosse uma gostosa conversa em mesa de bar.

A descrição dos objetivos da revista não deixa dúvidas. Eu virei fâ desde a primeira edição, quando vi nessa revista os meus sonhos de jornalista, totalmente opostos a essa enxurrada de achismos, desgraças, apurações tendenciosas e tudo que está tornando o jornalismo de TV e impresso tão cansativo e deplorável.

“Brasileiros nasceu da paixão por um jornalismo com convicção e atitude. É a criação de gente que acredita que jornalismo é um jeito de expressar paixão”, lê-se no site da revista. E tem mais: “Brasileiros, uma revista que faz questão de ser influente, acredita na busca da eficiência e, principalmente, na possibilidade de ser competitivo sem ser predador”.

Quem me conhece sabe da paixão que tenho pela mídia revista, mas também sabe que eu não engulo tudo que é revista. Essa me fez sonhar, e a cada leitura, minha criatividade se solta ainda mais, minha alma de jornalista vai além. É por isso que eu estou aqui dando essa sugestão a vocês, pois só quem já leu conseguiu sentir o alívio e a esperança que eu senti nesse tipo de jornalismo.

Quer saber mais? Entre no site deles: www.revistabrasileiros.com.br. Lá você pode folhear as edições e ter uma noção dessa ótima novidade para o Brasil: algo que valoriza o que somos e o que temos, justamente em um país onde o conceito de nacionalismo é mal compreendido e pouco utilizado.

Comentários

  1. Hélio Campos Mello19 de janeiro de 2008 14:16

    Querida Aliz, jornalizta

    Que bom que vc gostou da Brasileiros!!!! Obrigado pela nota no seu blog, pelos elogios e pelo carinho. Do fundo do nosso coração(falo pelo kotscho e pelo Nirlando), muito obrigado!

    abs
    Hélio

    ResponderExcluir
  2. Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Celular, I hope you enjoy. The address is http://telefone-celular-brasil.blogspot.com. A hug.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

É uma alegria receber seu comentário!

As mais lidas